H O M E      L O O K S     M O D A     B E L E Z A      L I F E S T Y L E      V Í D E O S      A N U N C I E


       

08 julho 2014

Entenda o Laser!

Oi pessu! 

Sabemos que o inverno é a melhor época para fazer alguns tratamentos mais invasivos na pele. Os dermatologistas sempre alertam que esse período é o mais indicado para fazer o uso de ácidos, lasers entre outros tratamentos já que a exposição solar e temperaturas mais altas devem ser evitadas.

E como ontem iniciei a depilação a laser (tomei coragem!) e tirei uma pinta também, aproveitei para tirar algumas dúvidas com os dermatos do Centro de Saúde Felizmed (nosso parceiro quando assunto é saúde) sobre o uso do laser e suas finalidades e resolvi dividir com vocês um material que pode sanar todas as questões sobre o assunto! Bora conferir?

{Centro de Saúde Felizmed}
SOBRE O LASER 

Laser é a sigla em inglês para “Light Amplification by the Stimulated Emission of Radiation” que significa luz amplificada por estimulação e emissão de radiação. O laser produz intenso feixe de luz que viaja em uma direção e trabalha através de um método denominado fototermólise seletiva, onde a luz vai interagir especificamente com um alvo na pele, chamado cromóforo. Com esse recurso, consegue-se que o laser seja mais específico e efetivo ao atingir tal “alvo”, possibilitando o tratamento apenas da estrutura que se deseja, sendo sem dúvida, o grande avanço do laser na dermatologia, com menos agressão aos tecidos vizinhos, além do processo de cicatrização mais rápido e menor taxas de complicações.

{Plataforma Solon: inovação no segmento Laser}
O dermatologista pode escolher o melhor laser de acordo com a necessidade com o intuito de aprimorar os resultados da terapia convencional, e as suas principais indicações são:

·         Redução de rugas e linhas finas – principalmente as localizadas ao redor da boca e olhos.
·         Suavização das linhas profundas.
·         Melhora da flacidez da pele.
·         Clareamento de manchas.
·         Melhora das cicatrizes de acne.
·         Estímulo da produção de colágeno.
·         Tratamento de vasinhos da pele.
·         Tratamento de várias doenças, como Rosácea, Acne, Tumores e outras lesões cutâneas.
·         Poros dilatados.
·         Rejuvenescimento do pescoço, colo e mãos.

Para REJUVENESCIMENTO


Para o rejuvenescimento o laser reduz linhas finas, rugas e linhas de expressão do rosto; melhora a aparência das pálpebras, dos “pés de galinha” e da região ao redor da boca; remove manchas e irregularidades na pele; melhora e nivela cicatrizes; e melhora o tônus da pele pela produção de colágeno na derme.

Para EPILAÇÃO

{Devia ter começado antes, nem dói tanto como falam, juro!}
Com a chegada do laser surgiu, também, uma nova possibilidade de se eliminar os indesejáveis pêlos. A ação do laser nesse caso está relacionada com a sua afinidade pela cor escura do pêlo, que é bastante forte na raiz. Vale destacar, que a epilação a laser não é definitiva com uma única aplicação. Isso ocorre porque não há agressão suficiente no bulbo piloso em crescimento e, muitas vezes, ele consegue regenerar-se. Assim, numa determinada área pode ser necessário um número maior de sessões. Em geral, a virilha, axila e pernas precisam de quatro a seis sessões. Após uma sessão de laser o pêlo demorará cerca de dois a seis meses para voltar, dependendo do tipo de pele, cor e espessura do pêlo e tipo de aparelho. Convém lembrar que após uma sessão de laser o pêlo sempre volta enfraquecido e, portanto, mais fino.

É necessário que a pele não esteja bronzeada, caso contrário ocorre risco de queimaduras.

·    É indicado que não haja exposição prolongada ao sol pelo período mínimo de 3 semanas antes do início da depilação a laser. A pele queimada do sol fica mais sensível e pode apresentar reações mais severas quando em contato com o tratamento a laser.
·    É indicado estar há pelo menos um mês sem fazer depilação com cera, pois a cera retira o pelo da raiz, e assim o laser não terá efeito. Já a depilação com lâmina pode ser feita inclusive um dia antes.
·    No dia do procedimento, os pêlos devem estar bem curtos, de preferência bem raspados, pois se estiverem compridos pode haver queimaduras na pele.
·     A raspagem dos pêlos deve ser feita no sentido de crescimento desses, para evitar que "encravem” e pode ser feita sempre que necessário, inclusive no dia seguinte à sessão de laser.

Para LESÕES VASCULARES

Existe um laser específico para tratamento de lesões de origem vascular, o qual tem como alvo a hemoglobina, e são indicados no tratamento de lesões de pele como os angiomas rubis, pequenas pápulas avermelhadas ou violáceas que podem confundir com câncer cutâneo, porém são benignas; e teleangiectasias, aqueles vasinhos finos indesejados da pele.

Para LESÕES PIGMENTADAS

Determinados lasers com comprimento de onda específico destinam-se ao tratamento de manchas pigmentadas, nas quais a luz irradiada é absorvida pela melanina das lesões, como os lentigos solares e melanoses, clareando-as.

PROCEDIMENTO

É realizado em consultório, de acordo com o tipo de laser utilizado o desconforto é moderado e o dermatologista pode aplicar loções anestésicas na região para diminuí-lo. Após o procedimento a pele pode ficar avermelhada em graus variáveis, e o paciente deve seguir os cuidados e recomendações do seu médico durante todo o tratamento. É importante manter-se longe de raios solares até a completa cicatrização do local, usar filtros solares durante todo o dia e cobrir a área se exposição solar.

COMPLICAÇÕES

Complicações significativas são raras e o risco de cicatriz é baixo. Os efeitos colaterais mais comuns são formação de “casquinhas”, leve inchaço temporário e vermelhidão no local da aplicação. Em pacientes com histórico de herpes, pode haver recidiva das lesões na face, sendo recomendado nesses o uso de antiviral via oral durante 3 a 5 dias. Pode ocorrer infecção bacteriana no local, devendo ser tratada com antibióticos tópicos e orais, de acordo com a extensão.

RESULTADOS

O resultado também varia de acordo com a indicação clínica, número de sessões e tipo de laser, mas em geral a pele fica restaurada e com aspecto jovial e saudável.

CONTRA-INDICAÇÕES

O laser é contra indicado em gestantes, portadores de doenças sistêmicas graves, ferimento no local, paciente em uso de isotretinoína oral.

E aí, gostaram do material??? Conforme eu for fazendo a Epilação vou contanto aqui pra vocês tá! Em breve vamos falar de botox preventivo também! Da saga -> fazer ou não fazer, eis a questão?! kkkk


Agende sua consulta com um dos médicos da Clínica Felizmed pelo telefone (47)- 3247-0100.

Dra. Tainá Porto  - CRM 20.470
Dr. Ernesto Scardovelli Neto  - CRM 19.792
Dra. Mariana Flessak L. de Andrade - CRM 12.389
Dr. Thiago Guimaraes Silva- CRM 15.156

Beijos,

Lú.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa um comentário, vai ❤

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...